segunda-feira, 29 de agosto de 2016





Despeço-me da magia do encanto poético
Mas, amanhã certamente despertarei inspirada pelo Sol...

Por hora, acenderei a candeia da realidade
E Deixarei a minha suave essência
Que vem da minha poesia sobre a mesa
Ao lado da pena que, brinca de rabiscar as folhas...

-Lucy Coelho-



sábado, 27 de agosto de 2016


Encontrei o meu desejo ao Sol
Entreguei-me diante a Lua
Sou completamente tua...
Queira-me a cada noite
E me faça tua
Até as primícias do amanhecer
Diante do deslumbrar da aurora
Antes da doce despedida do véu da Lua...

Lucy Coelho

domingo, 21 de agosto de 2016



Envolva-se com o doce encanto da poesia
Uma noite de doces sonhos

Lucy coelho
♫ ♪ ♫ ♪ ♫






*Uma noite*
*De Graça e Luz*

♫Que a suave brisa
Que penetra à noite♪
♫Envolva-te
E te traga uma noite paz♪

-Lucy Coelho-



*Bom dia*
¤♡¤♡¤♡¤♡¤♡
Ao se levantar, desperte o teu *coração* ♡
para que ele venha despertar para os sonhos
pois, talvez esteja muito cansado,
cansado do mundo,
dessa nossa realidade
que chamamos de crise...
Diz pra ele e
bem baixinho,
certamente te ouvirá,
misteriosamente, até em pensamentos ...
A noite pode não ter sido fácil
mas, hoje vai ser bem melhor...
O dia nos promete♡
Ele só está começando¤♡¤♡¤♡
°•°•°•♡°•°•°•♡°•°•♡°•°•°•°♡•°•°•°

Lucy Coelho



*UMA LINDA NOITE*
*E UM BELO AMANHECER*

...♡Pensamentos surgem, quando a cabeça deita sobre o travesseiro, palavras que foram ditas durante o dia ecoam pelo quarto saídas da sua mente, incertezas se tornam quase certas ...
E tudo que você deseja é dormir, embalado pela luz da lua.
Entrelace os teus dedos e una as tuas mãos, respire fundo e faça uma oração e
certamente Deus te fará repousar em segurança. ♡

Lucy Coelho



sábado, 13 de agosto de 2016


Alguém pode partir e ir para um lugar muito distante, mas há uma magia no coração, por algum motivo, as lembranças lá ficam.
Recordamos coisas que já se foram, pessoas e amores ausentes, como se fosse uma caixa trancada, é esse tal de subconsciente...
Tenho tantas boas lembranças, amo relembrar, o mal é a tal da dona saudade, que arde na gente.
Fui pobre na minha infância, mas tão querida, que hoje creio que são as minhas melhores lembranças.
Como diria o poeta:
Recordar é viver...
Pai, é tão bom pensar em você♥
♥♥♥
Lucy Coelho





Sinto um vazio constate
Sinto falta de ouvir a tua voz
Que saudades que me dá
O senhor jura
Que o meu coração não levou contigo?
Meu bom amigo
Meu paizinho querido...

Só sei que meu coração está no peito
Porque eu ouço as suas batidas
Eu sei que estou inteira
Porque então o vazio?...

A tua voz está na minha cabeça
Escuto o senhor falar
Deveria ter ouvido mais
Hoje, nada volta atrás...

Recordo o teu rosto
Bate forte o ausente coração
Conheço cada detalhe
Como a palma da minha mão...

Chora o canário
Tua grande paixão
Chora no meu peito
O ausente coração...

Creio que por um acidente
Levaste algo de mim
Sei que por nada desse mundo
Iria querer ver-me triste assim...

Deus me deu um presente
E levou-o de mim
Eu agradeço a Deus
Por ter dado um dia um pai maravilho assim ...

In memoriam
Pai ♥
Lucy coelho
13/08/2016



quinta-feira, 11 de agosto de 2016




Uma linda noite estrelada de sonhos

As estrelas brilham tão belas,
iluminadas e caladas
ao ponto de quem não olha para o céu
não as ver perdidas no infinito do silêncio.
E assim serão os teus sonhos, silenciosos,
mas esplendorosos.
Que sejam tão brilhantes quanto às estrelas do céu . ♥♥♥

Lucy Coelho



Os sonhos não morrem ♥♥♥
Pois são fontes inesgotáveis que brotam da alma,
Jorram com tanta força que rasgam o impossível, 

O insperado e o impedimento...♥
Só quem não tem alma, que não sonha,
Os mortos não sonham... :(((
Que tua alma ressuscite,
Que teus sonhos se renovem,
Que a tua paz volte
E a tua fé se fortaleça!♥ :)))

Uma quinta de primeira
Lucy Coelho




Despeço-me da magia do encanto poético,
Mas amanhã eu volto...
Ascenderei a candeia da realidade
E deixarei a melhor essência
Que vem da minha poesia
Sobre a mesa.

Lucy Coelho




♥As Poesias são suaves melodias tocadas ao vento, 
só os corações atentos ouvem♥

Lucy Coelho

Estrela do Mar




Era uma vez...
No fundo do oceano,
Uma estrela do mar solitária,
Que só conhecia as profundezas, 
Um dia resolveu conhecer a superfície, 
Sentir a terra e ver o céu, 
Que conhecia só por ouvir falar...

Desejou por si só, ver tudo que sonhou
E corajosamente se aventurou,
- Hoje mesmo vou a terra, quem vai me segurar?

Ao chegar a superfície se encantou com tudo que viu, 
A bichinha não tinha dentes, mas eu juro que ela sorriu,
Esses sorrisos que só os anjos podem ver,
Uma estrela dor mar sorrindo?! :O
Não pense que um dia você vai ver...

A estrela do mar nunca tinha conhecido o amor,
Mas quando conheceu a superfície
Pela primeira vez se apaixonou
E entregou-se a areia, 
Sem nenhum pudor...

Nunca havia visto as ondas se quebrarem nos rochedos,
Viu as gaivotas no céu e sentiu pela primeira vez o calor do sol.

Ao se deslumbrar com as ondas do mar,
Viu de longe uma mulher e mesmo sem voz,
Gritou que só podia ser uma sereia
E pensou,é  hoje que morro na areia...

O Sol começou a esquentar muito
E a estrela que sorria outrora, 
Agora mal podia respirar, 
Sentiu que perdia as forças, 
E não conseguiria voltar,
Sentiu saudades do seu mar...

A sereia que a estrela tinha visto no mar
Passeava na areia, 
Com as melhores intenções para tentar salvá-la, 
Tirou-a com todo cuidado da areia e a devolveu ao mar.

E a estrela do mar sobreviveu,
Mesmo morrendo de amor, 
Entendeu que a superfície não era o seu lugar.

Percebeu com tempo, quem era o seu verdadeiro amor.
Decidiu ser apenas do mar,
E foi muito feliz, desejou nunca mais voltar...
E o nome da sereia era Esperança. 

Lucy Coelho
Estrela do mar
11.08.2016






quarta-feira, 10 de agosto de 2016

Hoje podei a minha roseira
Que insisti morrer
Suas rosas são pequenas e vermelhas
Tão lindas de se ver!...

Conversei com minha roseira
O quê deu em você?
Podo morrendo de medo
Medo de a minha roseira morrer...

O que acontece com a vida
Que sempre é roubada? ...
Minha roseira querida
Perdoa-me por sua poda...

Vou com todo amor
Tentar salvá-la
Vou ficar entristecida
De não ver mais uma das suas rosas...

Roseira
Lucy  Coelho

10.08.2016




Partidas



Hoje meu coração tornou-se de vidro
Por deverás maneiras foi simplesmente partido
Em cacos agudos e pontiagudos
Eu só sei que ferida estou.

A alma reclama,
Pois o coração dói...
Estranhamente está doendo
E o choro não sai.

Eu só sei que queria
Apenas trazê-los de volta,
Mas onde encontrá-los?
E por mais que eu tenha fé,
Sinto em mim uma grande revolta,
Pois não há volta.

Meu texto tão pequeno
Fala de grandes partidas,
Que será apresentado
Sem que vocês estejam do meu lado,
Nunca poderão ouvir
O quanto senti
Quando percebi,
Que nada seria como antes,
Falta alguma coisa em mim.

Por que entre tantos sentimentos,
Deparo-me com essa angustia?...
Minhas palavras sentidas
Sem lágrimas descidas,
Mas tão doloridas,
Pois dói tanto segurar uma lágrima,
Quanto derramá-la...

Lucy Coelho





Hoje acordei triste :(
Com a garganta sufocada
Com olhos cheios de lagrimas :`(
A saudade estava à porta
Do meu coração ♥
Senti no peito a lamentação
Da terrível saudade querendo
Entrar no meu coração... ♥ :(
Pedi para saudade
Para ficar apenas à porta
Eu ia pensar se ia deixa-la entrar...
Mas apenas a deixei esperando
Até que ela desistiu e partiu...
Enfim, quando menos percebi
A melancólica saudade
Invadiu-me sem ao menos
Bater na porta do meu coração... :O ♥
Quando percebi
Já havia feito do meu peito morada
E agora os meus olhos
Estão em puras lágrimas... :`(
Só pensando em ti... ♥♥

LUCY COELHO




Eu roubei o tempo, para tê-lo ao nosso favor, mas ele tornou-se o nosso inimigo e acabou passando rápido entre nós.
Chorei, quando vi o quanto vingativo foi, dessa vez foi o tempo que roubou-me, levou de mim a minha juventude, toda beleza e vigor, ao olhar o espelho, vi que muito pouco restou. Sorri, quando percebi que o tempo não foi capaz de roubar o nosso espírito e toda felicidade que sentimos estava lá, nos mantendo eternamente jovens.

Lucy Coelho






Contigo @@@@@
Chão / > / > / >
virou caminho ♡
Nós ♡
virou destino ♡
•°•°•°•°•°•°•°• ° ♡ ♥



Lucy Coelho






Buscarei a paz e a tranquilidade,
Quero enfrentar as adversidades com serenidade...
 
Minhas pequeninas, 
Hoje as Invejei,
Pequenas e frágeis,
Na verdade a fragilidade está em mim
Na busca da força não encontrada,
Simplesmente enfraqueci,
O que parecia força outrora 
Hoje nada é em mim...

Pequenas, quero ser dessa estatura, 
Mas sarada e liberta das ataduras,
Que atam as minhas cicatrizes
De lutas perdidas...

Quero ser como as borboletas,
Audazes em um mundo de gigantes...
Com tal tamanha vitalidade,
Sobrevoando as incertezas,
Mas certa que, terei onde pousar... 

Lucy Coelho

“Pessoas audazes são as que mais conseguem vitórias na vida"

Triste Lua


A Lua triste dentre as sombras
Feitas de nuvens frias,
Tem com toda tristeza à vista
O poder de aquecer os corações,
Que em oculto só sabem sofrer
Por isso, o meu é aquecido,
Ao pensar em você...

A imensidão do mar
Não pode ser comparada
A imensidão deixada
No meu peito vazio,
Totalmente ausente de ti,
Mas a triste Lua sempre
Velará por mim...

As estrelas companheiras
Da triste Lua,
Observam que eu estou nua,
Totalmente despida de amor,
Mas a triste Lua me aquece,
No meu peito há calor...

Lucy coelho –
Triste Lua








Quando eu era criança
Não sabia escrever,
Desenhava os meus contos....

Desenhei o sol e a lua
Com corações por toda folha, ♥
Havia tanto amor entre eles. ♥

Fiz asas de anjos para a lua
E pernas para o sol.
A lua quando viu as suas asas,
Se sentiu livre
E sorriu para o sol.
E o sol quando viu as suas pernas,
Se sentiu livre
E Sorriu para lua.
A lua voou em direção ao sol
E o sol correu em direção a lua,
Havia tanto amor entre eles.

Quando a lua e sol finalmente
Se encontram,
As asas da lua queimaram
E com suas asas em chamas,
A lua caiu no mar.
O Sol correu em direção ao mar
E chorou quando o mar gritou:
Vá embora,
Você a machucou!!!
Havia tanta dor entre eles.

E o sol correu,
Mais rápido que pode
Até se distanciar
E Caiu de joelhos,
Chorou, chorou,chorou...
Queria olhar em direção ao mar,
Ver a sua amada lua,
Mas não tinha coragem,
Havia tanta dor entre eles.

Uma pequena nuvem curiosa se aproximou,
Perguntou o que tinha havido,
O sol respondeu
Em meio aos soluços,
Tenho tanto amor em mim
E mesmo assim machuquei,
Quem sempre amei...
E outras pequenas nuvens
Se aproximaram
E viram tanta dor,
Que se abraçaram
E choraram com o sol
E as lágrimas das nuvens
Caíram sobre o mar
Em forma de chuva,
As minhas caíram sobre a folha,
Havia tanta dor entre eles.

E a lua com os cuidados do mar sarou,
E por gratidão ao mar
Deu de presente o seu reflexo,
E dava para ver a sua a proximidade
Com o mar.
O sol continuou se escondendo
Atrás das nuvens
E sofrendo com ciúmes do mar,
Havia tanta dor entre eles.

A lua confessou ao mar
E o sol confessou as nuvens,
Havia dor,
Havia distância,
Havia tanto amor entre eles.

Lucy Coelho

(direitos reservados)

terça-feira, 9 de agosto de 2016

Ausência


Conte-me os teus segredos
Diz para mim quais são os teus desejos?...
O que tens que me seduz e
De onde vêm a tua luz?...

Conte-me como me chamas
Sem nada dizer
Nesse silêncio tão profundo
Eu penso em você...

Diz para mim
O que eu faço
Para te esquecer?...
Ai... A noite finda
E na escuridão tortuosa
Sinto-me sedutora e poderosa...

Só queria que estivesse aqui
Mesmo em silêncio
Chamado por mim....

Lucy Coelho
Ausência






Gosto de te beijar, meu amor...
Como se fosse pela primeira vez
E como se fosse pela última vez,
Com a mesma intensidade do primeiro
E o desespero do último beijo...
Meus lábios são brasas ardentes
Que, aquecem o ferro
Do meu ser
E te marca com a minha marcar
E te faz me querer.

Lucy Coelho




Gosto de você
Razão da minha vida
Que me fazes tão querida
E a cada amanhecer
Não me deixa despertar desse sonho...
Lucy




♥Às vezes falta
Um simples abraço que aquece
Um olhar acolhedor
Um sorriso amável
Um pedido sincero
Coisas tão simples
Que não empobrece
Mas enriquece
E fortalece a alma de quem carece♥♥


Minha alma carece de ti
Carece de tudo que não te empobrece
E eu te quero tanto para mim...♥♥


Valorizo tudo isso
Como se fosse um rio
Que nascesse em pleno deserto
Meu amor te confesso
Que só beberia de ti...♥♥


Teu nobre abraço
Seria para mim
Um acolho e um forte
Um forte tão forte
Que nada atingiria-me...♥♥


♥ Lucy Coelho