segunda-feira, 9 de fevereiro de 2015

Carrossel-coração


Carrossel-coração
By Lucy Coelho
09/02/2015
Meu carrossel, meu coração...
De subidas e descidas de sentimentos
Que me confundem...

Se amo, sou o amor,
Magoo-me, sou a dor;
Dentre um sobe e um desce,
Uma inconstância de sentimentos,
Porque mal defino o que eu sou...

Tanto faz, não sei o que estou sentindo!...
Pare de rodar, já estou tonta, entorpecida
De sentimentos que afloram em mim.
Duvidas, presenças, ausências...
Por favor, eu quero voltar a mim... 

Ora fora, ora dentro,
O que são os sentimentos?!...

Meu carrossel, meu coração...
De giros constantes, subidas e descidas momentâneas,
Mas que causam dores fortes e estranhas...

De onde vêm os sentimentos?!
Ao logo da minha vida, uns sentimentos me fortaleceram,
Outros me deixaram de cama, nesse meu carrossel solitário.
Sentimentos avulsos, outros conjuntos,
Que subiam e desciam...

De onde vem o amor que não se escolhe,
A mágoa absurda, a dor por um ente querido (a saudade),
A ausência de beijo e um coração partido?!
Vem do meu carrossel-coração!


Lucy Coelho