segunda-feira, 9 de novembro de 2015

Por amor





Texto que fará parte da "COLETÂNEA SAUDADES"
Editora – PAPEL D`ARROZ EDITORA

Por amor uma flor, que todos os dias era despertada pelo seu Sol e um dia foi roubada, e entregue a uma bela amada e para ser eternizada foi guardada dentro de um livro... Para amada belo presente, para flor um triste destino.
Por anos, dentre as folhas de velho livro foi guardada, cheia de saudades do seu belo jardim e o do Sol, o seu primeiro e único amor. Foi uma eterna noite de sonhos, a flor adormeceu...
Um dia, por uma faxina o livro a ser espanado foi aberto e a flor foi despertada ao ouvir um sussurro:- Nossa! Meu Deus faz 24 anos que ganhei essa rosa!... E o livro que cheirava mofo foi posto ao Sol, e a flor, sem se conter, declama ao seu amado Sol: - Meu lindo, tanto tempo sem te ver, e continuas com o teu belo brilho! E vejo que é uma bela manhã, como era em todas as manhãs no meu lindo jardim... Fui roubada por amor e sonhei com você por amor!...
E com tempo fui entendendo que tudo é por amor. Logo serei guardada por amor e continuarei sonhado com o teu brilho, Sol do meu jardim, por amor.

Senti quando eu parti
Uma tristeza tão profunda,
Uma dor tão intensa,
Que me apeguei a tudo
Que estava a minha volta,
Para não enlouquecer,
Pois grande parte
Da minha vida é você...

A saudade que eu sinto
Não é definida em palavras,
Mas em ausência...
É a ausência da luz
É o breu eterno e noturno,
Totalmente perdido
Intensa dor no profundo
Resume a falta de não ti ter
No meu pequeno do mundo...

Sinto muito por tê-lo deixado
Meu grande achado,
Eterno Sol do meu jardim,
Abri mão por fim,
Acreditei que,
Melhor fosse assim,
Mas morri,
Deixei de viver,
Pois grande parte
Da minha vida é você.

Saudades – Por amor
Lucy Coelho






quinta-feira, 27 de agosto de 2015

Uma vida a mais para viver....


EU QUERIA TER UMA VIDA A MAIS PARA VIVER
UMA OPORTUNIDADE DE FAZER TUDO DIFERENTE
MUDAR TUDO QUE FIZ DE ERRADO
TENTAR CONCERTAR OS MEUS DEFEITOS
TENTAR FAZER AQUELES QUE ME ODIARAM 
AMAR-ME POR COMPLETO
MAIS O QUE TENHO
É UM POUCO DE TEMPO
PARA TENTAR SER MELHOR
NÃO QUE EU VÁ TORNAR-ME PERFEITA
MAS QUERO FAZER A DIFERENÇA
AINDA QUE ME FALTE TEMPO...

Poesias que falam ao coração
Lucy coelho




Sobre meus livres pensamentos
Deleito-me em um breve sonhar...
Meus livres pensamentos
Como borboletas vagam
Com asas prateadas
Procurando onde pousar...
Lucy Coelho


Sobre meus livres pensamentos
Deleito-me em um breve sonhar...
Meus livres pensamentos
Como borboletas vagam
Com asas prateadas
Procurando onde pousar...
Lucy Coelho











Através dos meus pensamentos
Eu vou aonde eu quiser
Volto ao passado
E no presente momento
Viajo ao futuro
E te encontro por lá...
Lucy Coelho




Bem me quer mal me quer


BEM ME QUER
MAL ME QUER

BRINCADEIRA INOCENTE 
QUE TODOS JÁ DESFRUTARAM DELA 
ALGUM DIA 
JÁ MATEI MUITAS FLORES 
QUANDO DIZIAM 
QUE MAL ME QUERIAM 
PEGAVA OUTRA 
PARA VER SE BEM IA ME QUERER 
ENLOUQUECIA QUANDO A ÚLTIMA 
PÉTALA MAL ME QUERIA 
E NO FINAL ERA VERDADE O QUE DIZIAM... 
POBRE FLORES 
DE PÉTALAS ARRANCADAS 
NINGUÉM ACEITA 
O MAL QUERER... 
ANTES, PEGASSE TODAS AS FLORES 
E ME FIZESSE UM BUQUÊ... 

Lucy Coelho 


Poesias que falam ao coração


Só por hoje....


Hoje eu queria sentir-me uma princesa 
Mas no cárcere do meu ser 
Vou sonhar com você 
Príncipe que não me pertence 
Que estás fora do meu alcance 
Distante do meu universo 
Mas te eterniza nos meus versos... 

Hoje eu queria ter asas 
Para ser o teu anjo 
E penetrar nos teus sonhos
E assim ser tua 
Com minhas imaculadas asas 
Sobrevoar bem ao teu alcance...

É impossível não te amar 
É impossível não te desejar 
É rejeitar a sobra 
Diante ao Sol do meio dia 
É rejeitar a luz em meio à escuridão 
É impossível superar o coração 
A razão perdeu-se diante desse sonho... 
Mas tenho que acender a candeia 
E na escuridão desse sonho 
Seguir o meu destino... 

Poesias que falam ao coração 


Lucy Coelho - Poesia ficção

.


Tenha fé...


Segredos não revelados
Guardados em pequenos espaços
Entrelaçados de sonhos frustrados
Marcados e datados
Com etiquetas de prazo de validade passadas...

A vida gosta de surpreender
Frustrando sonhos
E aprisionando com segredos
A vida deixa em fim
 As frustrações
Habitar em tudo que ficou para trás
E não deixa muita gente
Seguir em frente...

Não importa
Devemos sempre seguir
Para o alvo...

Tenha fé
Se mova pela fé
Viva pela fé
E tudo irá bem
Basta ter fé em ti♥

Lucy Coelho







quinta-feira, 13 de agosto de 2015

Para meu pai.....


Hoje quero recortar um pedacinho do céu
E colar na parede do meu quarto
Como se fosse um pedaço de papel...
Pois quando o meu pai, o meu amigo partiu
Levou um brilho insubstituível...

Não que eu vá substituí-lo
Mas sinto falto desse brilho
A luz teu olhar
Como vou me consolar?...

Como se na minha vida
Tivesse  extinguido uma estrela
E partindo foi para o céu...
Sinto falta da tua luz
Eu quero uma lembrança desse brilho
Pode ser uma estrela de papel
Rasgado do céu...

Poesias que falam ao coração
Lucy Coelho



quarta-feira, 5 de agosto de 2015

DEFINIÇÃO



Estou tentando definir quem eu sou

Vivo uma transição infinita
Na estrada do meu ser

E não consigo transitar 

Simplesmente chegar

A linha de chegada

E nem sei se eu saio do meu lugar...

Inicialmente sei quem eu sou

Mas não sei se eu vou chegar

A quem eu quero ser...

Tenho mil perguntas

E sei apenas uma resposta:

-Sim, quero mudar

Pois até as estações mudam

Uma me aquece

Outra me esfria

Mas tem essa que me encanta

Com as minhas flores favoritas...

Pois as fases da Lua mudam

E influenciam as marés...

Queria que as estações me mudassem

E a Lua me influenciasse

Só queria chegar quem eu quero ser.

Lucy Coelho "POESIA FICÇÃO"


Poesias que falam ao coração






sexta-feira, 31 de julho de 2015

Pedacinho do céu...

Quero levantar as mãos para o céu
E rasgar um pedacinho
Como se fosse um pedaço papel...
Colar esse pedacinho na parede do meu quarto
E ver todas as noites
Um brilho de uma estrela
Que perdi
Quando você se foi...
Eu quero um abrigo
Eu quero consolo
Pode ser o brilho de uma estrela
Do pedaço do céu
Rasgado como um pedaço de papel
Colado na parede do meu quarto
Uma lembrança de um brilho
Que perdi
Quando você se foi...

In memoriam do meu pai.

Lucy Coelho


sábado, 18 de julho de 2015

Os nossos olhares não deveriam ser tão focados em nossos corações, mas focados no que nos envolvem e podem atingi-los, pois quem sabe desse jeito poderíamos protegê-los, e assim, teríamos mais chances de sermos menos sofredores.

Lucy Coelho






quinta-feira, 9 de julho de 2015

Inspirado no filme "UMA LINDA MULHER"

Salva-me!...
Encontro-me perdida em uma torre chamada “meu ser”...
é tão alta, que mal posso ver
o que passas entre as avenidas e as esquinas da vida,
eu só quero você...

A beleza de um a mulher,
não a fortalece e nem a enriquece,
muitas das vezes é uma maldição,
um imã para atrair vagabundos
e na minha torre tão profunda
vou me isolando a cada dia,
na espera que seja um príncipe a escalar
e resgatar-me desse vil sofrer,
ainda sonho com você...

Uma linda mulher
pode querer apenas uma calmaria,
apenas sonhar a cada dia
em ser apenas amada,
sem precisar cobrar por isso,
e no final do dia
não se sentir tão barata...

E serás tu a me salvar?
Então meu amor,
salve-me todos os dias
e prometo que serás salvo
dessa vida chamada solidão,
e saberás o que é ser salvo também,
Amar-te-ei como jamais amei ninguém...

Ah, se tu soubesses quanto vale o meu amor!...
Saberias que, não tem dinheiro que o possa comprar,
e quem sabe te daria os meus beijos como ofertas,
e assim me salvaria da torre do meu ser,
ainda só penso em você...

Quanto a mim,
sei o quanto valho,
mas ninguém vai me valorizar tanto,
não há dinheiro que pague
a dignidade de uma linda mulher,
entretanto ninguém sabe do meu valor,
sonho contigo todas as noites
meu amor...

Enquanto você não vem
é o teu nome que sussurro meu amor
em outros ouvidos...
Não quero ser dor e lamento,
então mesmo não crendo
em histórias de contos de fadas,
aguardo a tua chegada,
meu cavaleiro de armadura-prata.

Lucy coelho
Inspirado no filme "UMA LINDA MULHER"





Pode não parecer mas já se passaram 25 anos desde que Uma Linda Mulher foi lançado nos cinemas. Isso mesmo, foi em 1990 que Julia Roberts eRichard Gere fizeram um par romântico pela primeira vez, que a música Pretty Woman voltou às paradas de sucesso e que a atriz queridinha de Hollywood foi lançada ao estrelato.

quarta-feira, 1 de julho de 2015

Terra arada coração

Existe uma paz, que todos buscam em um mundo de guerra,é a paz interior, uma alma descansada, regada de noites tranquilas.

Existe uma paz, que todos buscam em um mundo sem harmonia, mas está retida na falta de perdão, na ajuda negada ao um irmão.
Paz, paz, paz... Aonde encontrá-la nesse mundo mal?
No mundo não existe, mas a paz interior é uma questão de um cultivo interior, com as sementes certas e a terra arada dentro do peito.
Há uma necessidade no arado, afofar a terra... O coração não pode ser duro.
No arar, se tira as ervas daninhas e as raízes que podem prejudicar o plantio. As ervas indesejadas já passadas e as raízes de amarguras, talvez machuque um pouco ao serem arrancadas do coração, pois é uma terra não acostumada ser trabalhada,  talvez se sinta cansado ao arar, mas é necessário o ancinho e a inchada, e a retirada de algumas pedras pesadas, que são as mágoas.
O que você pretende plantar no seu coração?... Eu quero rosas, paz interior, mas principalmente quero plantar noites tranquilas de sono regadas de sonhos.


Terra arada coração
Lucy Coelho


quinta-feira, 25 de junho de 2015

Texto inspirado no filme Titanic


Titanic

Se você pular,
eu pulo também,
mas pense que a vida
é um dom maravilhoso
e não devemos desperdiça-la,
então viva por mim, e se for pular,
que seja para os meus braços
e prometo que te salvarei de todas as maneiras
que uma mulher poderia ser salva por um homem... Para sempre!...

Sei que devemos aceitar a vida do jeito que ela é,
mas tê-lo por um tempo na minha,
fez a vida valer a pena,
pois a minha era cercada de pessoas vazias,
com conversas sem conteúdo,
sentia-me diante de um precipício,
sem ninguém para puxar-me dele,
que ao menos se importasse,
ou notasse como eu estava perdida...
Mas com você, moço, fui rumo às estrelas...
  
Prometi que irei sobreviver,
não vou desistir, 
não importando o que venha acontecer,
pois te levo em mim,
como parte da minha vida,
como uma linda história guardada no meu peito,
que  nunca poderei contar,
pois o meu coração será como um oceano profundo
cheio de segredos...

Nunca mais fumei
e nunca mais fiquei nas pontas dos pés... 
Ainda vejo o teu rosto quando eu rodopio,
Ainda danço nos meus devaneios, 
a nossa primeira e única dança... 
E vivi cada momento da minha vida
como se fosse o último dia,
aventurei-me e fiz um pouco de tudo
que uma pessoa deveria fazer na vida,
Cavalguei, voei, e de todas as maneiras viajei,
mas com você, moço, fui rumo às estrelas...

E quando eu olhar para céu,
ninguém vai entender o motivo do meu sorriso,
ninguém vai entender que um dia fui ao céu
e com você estive entre as estrelas.
Sim, meu coração tornou-se um oceano profundo,
mas meu querido,
você fez a minha vida valer a pena,
não me sinto mais cercada por pessoas vazias
 e nem estou perdida,
pois à distância de um salto,
você esteve lá comigo...
E diante de um precipício  
fui salva de uma maneira
que toda mulher merecia ser.

Minha vida foi preenchida,
mesmo com a sua ausência,
me sinto realizada,
completa,
pois você tornou-se uma parte de mim.
E quando me virem diante do mar,
ninguém vai entender o motivo do meu sorriso... 
  
Nem o coração do oceano,
E nenhuma joia rara do universo,
que eu pudesse carregar em volta do meu pescoço,
poderia ser tão raro quanto o que levo dentro do peito...

E aonde você estiver,
sei que você também me eternizou, 
com a sua bela arte,
em uma folha de papel
e com o seu carvão nas mãos,
Pois a alma eterniza o amor...

Deveria está chorando,
mas a lembrança do teu olhar
e do teu sorriso enche-me de completa graça e luz,
sinto-me eternamente feliz.
E quando eu estiver olhando para o céu,
só você entenderá o motivo do meu sorriso.

In memoriam Gloria Frances Stwart (*1910 - +2010*) Eterna Rose
Lucy Coelho

terça-feira, 23 de junho de 2015

Texto poético inspirado no filme Titanic

Texto poético inspirado no filme Titanic

Se você pular, eu pulo também, mas pense que a vida é um dom maravilhoso e não devemos desperdiça-la, então viva por mim, e se for pular, que seja para os meus braços e prometo que te salvarei de todas as maneiras que uma mulher poderia ser salva por um homem... Para sempre!



Sei que devemos aceitar a vida do jeito que ela é, mas tê-lo por um tempo na minha, fez a vida valer a pena, pois a minha era cercada de pessoas vazias, com conversas sem conteúdo, sentia-me diante de um precipício, sem ninguém para puxar-me dele, que ao menos se importasse, ou notasse como eu estava perdida... Mas com você, moço, fui rumo às estrelas...


Prometi que eu que irei sobreviver, não vou desistir, não importando o que venha acontecer, pois te levo em mim, como parte da minha vida, como história guardada no meu peito, que  nunca poderei
contar, pois o meu coração será como um oceano profundo cheio de nossos segredos.




E quando eu olhar para céu, ninguém vai entender o motivo do meu sorriso, ninguém vai entender que um dia fui ao céu e com você estive entre as estrelas.
Sim, meu coração tornou-se um oceano profundo, mas querido, você fez a minha vida valer a pena, não me sinto mais cercada por pessoas vazias e nem estou perdida, pois à distância de um salto, você esteve lá comigo diante de um precipício e fui salva de uma maneira que toda mulher merecia ser.



Minha vida foi preenchida, mesmo com a sua ausência, me sinto realizada, completa, pois você tornou-se uma parte de mim. E quando me virem diante do mar, ninguém vai entender o motivo do meu sorriso. 


Nem a joia mais rara do mundo, que eu pudesse carregar em volta do meu pescoço, poderia ser tão raro quanto o que levo dentro do peito.


Deveria está chorando, mas a lembrança do teu olhar e do teu sorriso enche-me de completa graça e luz, me sinto feliz. Quando eu estiver olhando para o céu, só você entenderá o motivo do meu sorriso.

Lucy Coelho







sexta-feira, 19 de junho de 2015

Por quê?


ANDO MEIO DISTRAÍDA
BASTANTE PENSATIVA
INCOMODADA E PEDIDA 
BUSCANDO RESPOSTAS 
PARA PERGUNTAS
QUE NO FUNDO 
NÃO EXISTEM 
MAS, PERSISTEM
EM DEIXAR-ME TOTALMENTE 
NO OBSCURO DA DUVIDA
DO POR QUÊ?... 

 AS RESPOSTAS TÃO QUERIDAS 
TALVEZ NEM FAÇAM DIFERENÇA NA MINHA VIDA 
MAS, ASSIM MESMO 
EU QUERO SABER 
DO POR QUÊ?... 

PORQUE SINTO TANTA FALTA? 
PORQUE NADA PREENCHE ESSE VAZIO? 
PORQUE ME FAÇO DE FORTE? 
E PORQUE RETENHO AS MINHAS LÁGRIMAS?... 

A RESPEITO DELAS 
SIM
TENHO RESPOSTAS 
AS MINHAS LÁGRIMAS 
CLAMAM PARA DESCEREM 
MAS EGOISTAMENTE 
RETENHO-AS 
DENTRO DE MIM 
DENTRO DO MEU CORAÇÃO 
PELA ÚNICA RAZÃO 
QUE ELAS ENTREGAM-ME 
E SEM NENHUMA DISCRIÇÃO 
SIMPLESMENTE REVELAM 
O QUANTO O MEU CORAÇÃO É TRISTE 
E O QUANTO A MINHA ALMA DÓI...

POR ESSAS PARTIDAS TÃO REPENTINAS
SEM DÁ CHANCE DE UM SIMPLES ADEUS 
AI, MEU DEUS!... 

SÓ SEI DAS MINHAS LÁGRIMAS
E QUE DEUS SABE O QUE FAZ 
DO RESTO
NADA A MAIS... 
EM MEIO A TANTAS PERGUNTAS 
SÓ QUERIA SABER 
DO POR QUÊ? 

Lucy Coelho





Por amor



Uma flor, que todos os dias era despertada pelo seu Sol e um dia foi roubada, e entregue a uma bela amada e para ser eternizada foi guardada dentro de livro... Para amada belo presente, para flor um triste destino.
Por anos, dentre as folhas de velho livro foi guardada, cheia de saudades do seu belo jardim e o do Sol, o seu primeiro e único amor. Foi uma eterna noite de sonhos, a flor adormeceu...
Um dia, por uma faxina o livro a ser espanado foi aberto e a flor foi despertada ao ouvir um sussurro:- Nossa! Meu Deus faz 24 anos que ganhei essa rosa!... E o livro que cheirava mofo foi posto ao Sol, e a flor, sem se conter, declama ao seu amado Sol: - Meu lindo, tanto tempo sem te ver, e continuas com o teu belo brilho! E vejo que é uma bela manhã, como era em todas as manhãs no meu lindo jardim... Fui roubada por amor e sonhei com você por amor!...
E com tempo fui entendendo que tudo é por amor. Logo serei guardada por amor e continuarei sonhado com o teu brilho, Sol do meu jardim, por amor.

Lucy coelho



domingo, 7 de junho de 2015

Prefiro ser surpreendida


Não dá para ser feliz o tempo todo...

Porque ninguém consegue preencher todas as nossas perspectivas...

O amor é cego por causa das contradições, por diferenças, a desigualdade,

em todos os sentidos, religiosos ou sociais,

superando qualquer barreira, mas é pela sabedoria,

que conseguimos superar os altos e baixos de uma relação...

Poeticamente falando, todo amor é um mar de flores...

Eu prefiro ser feliz a cada momento, sem criar expectativas.

O que vem e me faz feliz, é o que me surpreende...

Prefiro ser surpreendida a ser decepcionada.


Lucy Coelho




sexta-feira, 5 de junho de 2015



.........Ao clarear do dia
Os pensamentos surgem
A saudade aumenta
A vontade que restou da noite anterior
A sensação do último beijo.................
Tão certo quanto o dia
..................É a certeza
Que amar você
É a melhor coisa da minha vida.......

Lucy Coelho










Marca




Gosto de te beijar meu amor

Como se fosse pela primeira vez

E como se fosse pela última vez

Com a mesma intensidade do primeiro

E o desespero do último beijo...

Meus lábios são brasas ardentes

Que aquecem o ferro

Do meu ser

E te marca com a minha marcar

E te faz me querer... 

Lucy Coelho