quinta-feira, 27 de agosto de 2015

Bem me quer mal me quer


BEM ME QUER
MAL ME QUER

BRINCADEIRA INOCENTE 
QUE TODOS JÁ DESFRUTARAM DELA 
ALGUM DIA 
JÁ MATEI MUITAS FLORES 
QUANDO DIZIAM 
QUE MAL ME QUERIAM 
PEGAVA OUTRA 
PARA VER SE BEM IA ME QUERER 
ENLOUQUECIA QUANDO A ÚLTIMA 
PÉTALA MAL ME QUERIA 
E NO FINAL ERA VERDADE O QUE DIZIAM... 
POBRE FLORES 
DE PÉTALAS ARRANCADAS 
NINGUÉM ACEITA 
O MAL QUERER... 
ANTES, PEGASSE TODAS AS FLORES 
E ME FIZESSE UM BUQUÊ... 

Lucy Coelho 


Poesias que falam ao coração