quinta-feira, 7 de maio de 2015

A velha-doce-menina

Eu sou a velha-doce-menina
Que sonha ao declamar
Palavras perdidas
Que os apaixonados
Deverás procuras
Mas não sabem aonde encontrar...

Eu sou a velha-doce-menina
Que sabe o que se deve dizer
As palavras certas que um apaixonado
Dever ter ao encontrar-se em segredo
Cheio de amor e desejos...

Eu sou a velha-doce-menina
Que guardas as palavras
E quer te revelar
As palavras perdidas
Sonhadas
Procuradas
Certas
Aquelas que os apaixonados
Procuram e não sabem aonde encontrar...

Quer saber desse segredo?
Na próxima poesia
Quem sabe vou revelar?

LUCY COELHO