terça-feira, 13 de janeiro de 2015

O orvalho da noite

O orvalho...
O mesmo que desce pelas folhas,
Umedece a vidraça da janela...

O coral das estrelas cantam
Louvando o anoitecer.
Noite tranquila,
Na qual me vejo em você,
No brilho dos teus olhos,
Aprisionada estou,
Nas íris do meu amor!

Quão belo é sonhar
Com os olhos abertos,
Querer ficar acordada,
Para não deixar
Os meus sonhos se perderem
Pela madrugada, por um simples cochilar,
Um simples piscar...

Melhor seria não adormecer...
Quero sonhar com você,
Ser a tua eterna flor
E você, o meu eterno amado orvalho,
Que desce na tranquilidade
Das belas noites...
...
By

Lucy Coelho