sábado, 31 de janeiro de 2015

Digas...





Eu quero te vasculhar

Nos mínimos detalhes,

Marcar o seu corpo por inteiro,

Para que não digas 

Que não me pertence...



Digas... Digas... Digas..,

O quanto a mim

Pertences-me,

Homem meu!

E eu direi a ti 

O quanto te pertenço

Sonho meu!



Sol das minhas noites

Que me aquece 

E me deixas corada,

Sou o teu rio

No qual bebes de mim...



A realidade se torna um sonho,

Estou confusa se estou dormindo...



Lucy Coelho

Digas...