terça-feira, 9 de agosto de 2016

Meu lugar secreto




Revivi
Por uns instantes
Entre as brumas da noite
Em um jardim imaginário
No lugar secreto do meu coração
Palavras por mim ouvidas
E por mim acreditadas
Simplesmente
As recebi em forma de oração
Mas na verdade
Eram vícios de quem acostumava
Repeti-las para quem credulamente
Cria no amor imaculado...
Eu creio no amor
Cri no seu
Em tudo que disse
Fiz de sementes
E as plantei em mim...
Por fim, germinaram mentiras.
Hoje no meu jardim imaginário
No lugar secreto do meu coração
Estou contemplando
O que você plantou em mim...
Ainda acredito no amor,
Encontrarei as sementes certas,
E uma noite,
Com a luz clara da lua cheia,
Tão cheia,
Como hoje o meu coração anseia
Meu jardim secreto
Será por fim, perfeito!

Lucy Coelho
Poesias ficção
Meu lugar secreto